Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

Chocolate mexicano - Chocolate quente Mexicano

 

um-doce-dia-receita-chocolate-quente-mexicano-01-6

Alimento sagrado, o chocolate era tão essencial para a civilização maia, que só os deuses seriam capazes de guardar tamanho tesouro. Hoje, o prestígio continua pelas mãos de mestres chocolateiros e produtores comprometidos em manter alta a qualidade do fruto, dando continuidade à tradição mexicana para conquistar os paladares mais exigentes.

Por meio de uma produção artesanal altamente sofisticada, preocupada com a preservação da biodiversidade, o chocolate garante o status gourmet para oferecer um mix de sabores surpreendentes.

chocolate-mexicano-2-820x300.jpg

História do chocolate mexicano

 

O cacaueiro, de nome científico Theobroma cacao, é uma planta nativa de uma região que vai do México, passando pela América Central, até à região tropical da América do Sul, que vem sendo cultivada desde há pelo menos três mil anos na região. Os primeiros registros de seu uso datam do período olmeca. No entanto, existem evidências que indicam cultivo anterior a esse período. Desde a sua domesticação, o cacau é usado como bebida e, depois, como ingrediente para alimentos. Durante a civilização maia, era cultivado e, a partir de suas sementes, era feita uma bebida amarga chamada xocoatl, geralmente temperada com baunilha e pimenta. O xocoatl, acreditava-se, combatia o cansaço, além de ser afrodisíaco.

 

Cacao-pod-k4636-14.jpg

 Alguns dos vestígios mais antigos de uma plantação de cacau foram datados de 1100 a 1 400 a.C., tendo sido encontrados em Puerto Escondido, localidade do Departamento de Cortés, nas Honduras. Pelo tipo de recipientes encontrados e pela análise de seu conteúdo, concluiu-se que eram usados para produzir uma bebida alcoólica pela fermentação dos açúcares contidos na polpa que envolve os grãos, bebida essa que continua a ser feita até hoje em partes da América Latina. Resíduos de chocolate encontrados numa peça de cerâmica maia de Río Azul, na Guatemala, sugerem que já era utilizado como bebida por volta do ano 400 d.C. Documentos maias e astecas relatam que o chocolate era usado tanto para fins cerimoniais como no cotidiano, sendo, no entanto, consumido apenas pela elite.

Ans_21_06_2.jpg

 Por suas reconhecidas propriedades e sua difusão regional, o cacau ganhou grande importância econômica na Mesoamérica na era pré-colombiana. Os Maias usavam os grãos como moeda. Dez favas valiam um coelho e por 100 favas de primeira qualidade adquiria-se um escravo. Durante o Império asteca (1325 a 1521 dC), as sementes de cacau eram uma forma importante de divisas e meio de pagamento de tributos. Um dos principais objetivos da expansão imperial dos Astecas na direção sudeste, durante o século XV, para controlar as regiões produtoras de cacau no Istmo de Tehuantepec e no litoral sul da Guatemala. Diz um jornalista quinhentista que os armazéns de Montezuma II, em Tenochtitlan, continham mais de 40 mil cargas de amêndoas de cacau, algo estimado em torno de 1 200 toneladas. Grande parte desse tesouro destinava-se a pagar o soldo dos guerreiros e também alimentá-los: Bernal Diaz, o soldado de Cortés e narrador da conquista, informou que somente a guarda do palácio consumia diariamente mais de 2 000 taças da bebida. Seu uso como meio de pagamento continuou até ao século XX, pois em algumas partes da América Central, o cacau ainda era usado como dinheiro.

chocolate-mexicano-4-700x467.jpg

 O chocolate digno dos deuses, mais puro e de sabor sofisticado, foi protegido por Ixcacao (traduzido como Cacau Mulher), apresentada no mito da criação maia como deusa da terra, responsável por introduzir a agricultura para o seu povo e assegurar que todos fossem alimentados, banindo a fome e garantindo toda a energia que precisavam para trabalhar e aproveitara vida.

1280px-Cacao-roasted.jpg

 Há também outra crença de que o cacau foi descoberto no exato momento em que o milho foi revelado ao povo maia, quando o deus K’awiil jogou um raio em uma montanha, dividindo-o em duas e revelando as duas plantas que cresciam dentro do solo.

chocolate-mexicano-1-700x467.jpg

Os mitos da criação maia falam ainda sobre a ascensão da classe dominante, com o início de uma era de dinastias e nobreza. Logo, as amêndoas se tornaram valiosíssimas e tinham peso de ouro.

Hoje, não são mais os deuses os protetores do fruto de ouro, mas sim um grupo formado por 37 mil produtores dos estados de Tabasco, que possui a maior fatia da cultura (67%), seguido por Chiapas (32%), Oaxaca (1%) e Guerrero, que juntos chegaram à produção de 27.500 toneladas por ano, de acordo com a Fundación Cacao México.

IMG_7853.jpg

Receita de chocolate quente Mexicano:

 

100 g de chocolate meio amargo, partido em pedaços

2 Colheres (chá) de essência de baunilha

1 Pedaço de canela em pau (opcional)

1 Colher (chá) de canela em pó

½ Xícara (chá) de açúcar

6 Xícaras (chá) de leite

2 Ovos batidos

100 g de chocolate meio amargo, partido em pedaços

2 Colheres (chá) de essência de baunilha

1 Pedaço de canela em pau (opcional)

1 Colher (chá) de canela em pó

½ Xícara (chá) de açúcar

6 Xícaras (chá) de leite

2 Ovos batidos

Capturar.PNG

 

Numa vasilha misture o leite, o açúcar, o chocolate e a canela em pó.

Aqueça e mexa bem até o chocolate derreter e o leite ficar bem quente.

Retire 1 xícara (chá) da mistura de leite da panela e, aos poucos, misture com os ovos batidos. Misture bem e despeje de volta na panela. Cozinhe por mais 2 ou 3 minutos em fogo baixo.

Junte a baunilha (pode por também uma pitada de pimenta de caiena se gostar) e bata com uma batedeira manual até criar espuma.

Sirva num bule escaldado bem quente. Se você quiser, coloque um pedacinho de canela em pau dentro do bule. Já no copo ou na chávena pode acrescentar natas batidas ou chantilly com pimentas e chocolate moídos a gosto, assim como marshmallows se o desejar. Acompanhe com Donuts de chocolate Mexicano quente.

Donuts de chocolate Mexicano quente

Capturar.PNG

Pode usar qualquer chocolate quente em pó pode ser o seu favorito - com marshmallows, sem marshmallows, chocolate escuro, chocolate de leite - ou mesmo caseiro. Ajuste os sabores ao seu gosto como gostar mais.

Se quiser adicionar mais canela e pimenta caiena para o glacê para realçar os sabores….Vá em frente!

IMG_7853.jpg

Chocolate Mexicano

Capturar2.PNG

 Receita de Donuts de chocolate Mexicano quente

 

⅓ Xícara de cacau em pó

⅓ Xícara de chocolate em pó

1 ¾ Xícaras de farinha de trigo

1 ¼ Xícaras levemente de açúcar mascavo

1 Colher de chá de fermento em pó

1 Colher de chá de bicarbonato de sódio

½ Colher de chá de sal

1 Colher de chá de canela

1 Pitada - ¼ colher de chá de pimenta caiena

2 Ovos grandes

¾ Xícara de manteiga (ou use leite regular)

2 Colheres de chá de baunilha

2 Colheres de chá de vinagre branco

⅓ Xícara de óleo vegetal

Glacê

1 ½ Xícaras de açúcar de confeiteiro em pó

½ Xícara de chocolate em pó quente

4 Colheres de sopa de água fervente

2-3 Colheres de sopa de leite

Canela e pimenta caiena adicional se desejado

Chocolate granulado ou marshmallows se o desejar

forma-donuts-com-revestimento-antiaderente-ecologi

Pré-aqueça o forno a 1900 e faça a massa para os donuts.

Numa tigela grande, misture o cacau, chocolate em pó, farinha, açúcar, fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal, canela e pimenta caiena.

Adicione os ovos, manteiga, baunilha, vinagre e azeite e mexa até incorporar (não mexa demais, só até ficar uniforme).

Coloque a massa num grande saco de pasteleiro ou saco para congelador (ou pode apenas deitar nas formas para donuts - Acho com o tabuleiro mais fácil) em torno de cada buraco de donuts.

Asse por 8-9 minutos, até que um palito saia com migalhas húmidas ou secas (não bater!).

Deixe descansar na panela alguns minutos antes de remover deixe arrefecer numa grelha.

Para o glacê, misture o açúcar, o pó de chocolate quente, e a água fervente numa tigela média até ficar homogêneo. Adicione 2-3 colheres de sopa de leite e bata até chegar a consistência desejada. Adicione a canela adicional e caiena a gosto, se desejar.

Mergulhe cada donut no glacê, em seguida, virar para ficar todo coberto, coloque numa grelha e adicionar marshmallows ou polvilhar com chocolate, se desejar (eu recomendo fazê-lo desta forma, em vez de mergulhar o donut nos doces, polvilhar tornar-se muito mais fácil).

Leva 2 horas para o glacê ficar definido. Depois é só por na boca e vai disto! Pode acompanhar com Chocolate quente Mexicano.

Capturar4.PNG

 Bom apetite!

Capturar3.PNG

 

Donuts de limão com mirtilo

Baked-Lemon-Blueberry-Doughnuts-www_thereciperebel

 

O leitelho ou leite de manteiga é um líquido que se obtém aquando do batimento da nata (previamente ajustado o seu conteúdo em gordura) em manteiga.

No processo de preparação da manteiga, deve-se ter o cuidado de não elevar muito a temperatura porque ocorre a diminuição do tamanho dos glóbulos de gordura causando perda de matéria gorda, que fica misturada no leitelho, diminuindo o rendimento da manteiga.

 

doughnuts_forma.jpg

 

Receita de Donuts de limão com mirtilo:

 

¼ Xícara de manteiga sem sal, derretida

¼ Xícara de óleo vegetal

¾ Xícara de açúcar granulado

2 Ovos grandes

2 Colheres de chá de extrato de baunilha

1-2 Colheres de chá de raspas de limão (dependendo do seu gosto)

1 Xícara de leitelho (ou leite comum substituto)

2⅔ de farinha de trigo

1 ½ Colher de chá de fermento em pó

¼ Colher de chá de bicarbonato de sódio

½ Colher de chá de sal

1 Xícara de mirtilos frescos

Glacê:

2 Xícaras de açúcar de confeiteiro em pó

1-2 Colheres de chá de raspas de limão

7-8 Colheres de sopa de suco de limão fresco ou leite (ver notas).

Baked-Lemon-Blueberry-Doughnuts-www_thereciperebel

 

Pré-aqueça o forno a 2150 e barrar as suas formas de donut com manteiga ou non-stick spray (manteiga em spray).

Numa tigela grande, misture a manteiga, o óleo e o açúcar e bata até a massa ficar lisa e macia, cerca de 2 minutos.

Adicione os ovos, a baunilha, as raspas de limão e manteiga e bata até ficar homogênea.

Adicione a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal, e misture apenas até ficar tudo incorporado. Adicione os Mirtilos. Massa vai ficar grossa.

Pôr uma colher de massa num grande saco de pasteleiro ou num saco para congelador descartável (método opcional - ver notas. Você também pode pôr à colher a massa na panela donut.). Corte a extremidade do saco para que a sua abertura seja larga (grande o suficiente para os mirtilos poderem passar). Colocar a massa em torno de cada buraco de donuts - a massa não deve preencher o buraco, porque eles vão se expandir e crescer.

Asse por 7-8 minutos até que um palito inserido sai limpo. Deixe esfriar 10 minutos antes de retirar da máquina de donuts para esfriar completamente.

Faça a cobertura:

Numa tigela média (não muito profunda, para poder mergulhar seus anéis), misture o açúcar, as raspas, e 6 colheres de sopa de sumo ou leite. Adicione uma colher de sopa de 1-2 adicional de líquido se necessário. Você quer que seu glacê fique fino o suficiente para cobrir uniformemente os seus donuts, mas grosso o suficiente para que ele fique definido e se torne seco.

Quando os donuts estiverem completamente bons, faça uma imersão dos anéis no glacê de maneira a que fique por todos os lados bem espalhado. Retirar para o glacê fique bem definido (ou, simplesmente empurrá-los direitamente para a sua boca!).

 

Notas

A massa tem que ter espessura – para ficarem bem! Se você gosta mais do sabor a limão, use sumo de limão fresco para o glacê. Se você gosta de menos sabor de limão, use leite.

Eu recomendo que depois de os assar, os guarde num recipiente hermético, logo de seguida, de vidro até poucas horas antes de servi-los. Os donuts ficam mais s e mais pegajoso quando armazenados num recipiente hermético.

Baked-Lemon-Blueberry-Doughnuts-www_thereciperebel

 

 

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

subscrever feeds

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre erros de...

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre ertos de...

  • Ana De Sousa Leal

    Credo, tantos erros ortográficos!

  • Ana

    Sem tantos erros ortográficos seria uma receita mu...

  • Silmara

    O brocolis e a cenoura são cru?

Mensagens

Tags

mais tags