Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

Tartes de caponata com ovo escalfado

14349887195392.jpg

Caponata é uma comida típica da Itália e é um delicioso antepasto, típico da Sicília, é um prato vegetariano que consiste em beringela salteada num refogado de tomate e cebola em azeite, temperado com alcaparras, vinagre e açúcar. Pode ainda levar pinhões, aipo e, principalmente em Palermo, peixe ou mariscos.

A versão maltesa desta iguaria, “kapunata”, leva também pimento e é servida para acompanhar pratos de peixe, como recheio de pizza, ou como um prato leve, quente ou frio.

É por vezes considerada uma variante italiana da ratatouille francesa.

8_Caponata-di-patate.jpg

 Um antepasto (entrada, aperitivo), isto é, deve ser comido antes do prato principal. É uma receita versátil por isso pode ser apreciada em sanduíches, canapés, simplesmente colocada sobre uma fatia de pão italiano ou até como o "molho" para massa; fica deliciosa de qualquer forma e é um prato essencialmente vegetariano, além disso é bem simples de se fazer, mesmo quem não tem experiência na cozinha consegue preparar sem dificuldade.

Sua origem é um tanto obscura, há dúvidas se ela seria de origem siciliana ou espanhola.

A caponata pode ter nascido na Catalunha, muito embora o nome caponata possa enganar os mais entendidos em linguística, pois leva qualquer um a pensar que seja algo relacionado com capo, nome dado aos chefões mafiosos. Claro que a popularidade deste antepasto na Sicília reforça ainda mais a tese do senso comum com a máfia. A origem da palavra pode ser proveniente da palavra em catalão caponada, cujo significado é "algo relacionado às videiras". Há quem ligue a palavra aos navios Espanhóis, onde seria designado “capón de galera”. Outras versões ligam este prato à palavra “caupo”, que significava “taberna”, em língua latina.

A receita de um prato muito parecido com a iguaria siciliana foi relatada pela primeira vez no ano de 1709. Que dizia que a caponata deriva de um tipo de gaspacho, um prato muito parecido com a caponata e que era servido a bordo dos navios espanhóis. Era um prato que continha muito vinagre, devido à sua ação conservante, tornando-o um alimento conveniente em alto mar. Também escrito por Juan de la Mata no seu livro "Arte de Reposteria" publicado em 1747, afirma que o gaspacho mais conhecido era chamado de capón de galera. Consistia em pão ensopado num molho feito com água, anchovas, alho, vinagre, açúcar, sal e azeite. Outra possibilidade, é que a receita ter origem na palavra latina caupo (taverna), onde a cauponae era servida, mas para mim a versão do capón de galera parece ter mais lógica.

14349887195391.jpg

 Receita de Tartes de Caponata com ovos escalfados

 

Massa

200 g de farinha

100 g de manteiga

1 Ovo

Sal

CAPONATA

8 Tomates cereja

8 Alcaparras salgadas

8 Azeitonas verdes

1 Aipo

1 Beringela violeta pequena

1 cebola roxa pequena

20 g de pinhões

1 Ramo de manjericão

Azeite extra virgem

4 Ovos

Vinagre branco

1434988719539.jpg

Num liquidificador ponha a farinha com uma pitada de sal e a manteiga em cubos pequenos, adicione o ovo, misture até ficar uma pasta homogenia, envolva numa folha de filme plástico e deixe descansar por pelo menos 30 minutos no frigorífico.

Descasque a beringela e corte em cubos, o aipo em fatias, descasque a cebola e corte às rodelas. Lavar e secar os tomates e remover com a haste. Aqueça o azeite 4-5 colheres de sopa numa frigideira grande, adicione a cebola, beringela e o aipo, tempere com sal e cozinhe os legumes em lume alto por 6-7 minutos. Adicione as azeitonas, alcaparras, lavadas e secas e os pinhões e cozinhe por mais 5 minutos. Despeje duas colheres de sopa de vinagre, deixe evaporar e desligue.

Estenda a massa, e revista as formas de tarte, picar o fundo, remover o excesso de massa, coloque grão de bico para a massa não crescer e cozinhe em forno a 180º por 20 minutos, retire os pesos (grão) e deixe secar a massa por 5 minutos. Aqueça um litro de água numa panela grande e alta, adicione uma colher de sopa de vinagre e uma pitada de sal, e quando a água começa a tremer, despeje os ovos, um de cada vez. Reduza o fogo, cozinhe por 3 minutos, escorra-os com uma escumadeira e seque em papel absorvente Encha as tartes com caponata e ovo quente e servida com folhas de manjericão, moídas na hora.

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

Comentários recentes

  • Anónimo

    Onde acho destas poltronas para comprar?

  • antonimo

  • Raquel Costa

    Boa tarde, andava com a ideia de mudar a decoração...

  • Anónimo

    Após dourar eu ponho no processador e vou pondo az...

  • Susana Silva

    Bom dia.Gostaria de deixar um comentário super pos...

Mensagens

Tags

mais tags