Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

Xarém ou Xerém de Conquilhas do Algarve – Papas de milho

x-f379.jpgHá muitas receitas de Xarém, que é um prato tradicional português considerado com origens medievais, umas papas feitas de farinha de milho com sabor a amêijoa ou conquilhas com umas carnes fritas, dependendo da região dos pais. A minha avó Cecília ou seja a mãe da minha mãe que era de Olhão também fazia as papas de milho com o molho do guisado de bacalhau, guisado de lulas ou o tradicional guisado de Litão que é um peixe seco que é feito mais no Natal em vez do caro bacalhau. Eu acho que em Olhão é mais comum o Xarém com ameijoas e em Tavira o Xarém com conquilhas é um prato que ainda hoje é usado no campo. Nas cidades, este prato, que é de uso corrente, é designado por «papas de milho». Em Faro substituem as conquilhas por amêijoas e dão a este prato o nome de «baile de roda com castanholas»."

Eu gosto de juntar açúcar por sima das papas desde pequena que o faço, acho que foi a minha tia Gicel que me insinou a fazer o meu pai faz o mesmo. Parece estranho mas é uma delícia. Há também quem faça as papas de milho com o açúcar e fica uma espécie de doce, ótimo para sobremesa ou lanche….

Estas papas foram levadas também para o Brasil e Cabo Verde, onde também é considerado tradicional. Papas feita à base de farinha de milho, sendo acompanhado por ingredientes característicos de cada uma das regiões onde é preparado.

O prato xarém com conquilhas de Olhão foi um dos candidatos finalistas às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa.

 

farinha_milho_1.jpg

 "xerém" e "xarém" se originam de um termo árabe\ (Zerem) que designa "papas de grãos". O xarém (xerém é aportuguesamento) e terá sido um legado deixado pelos mouros, no Algarve. O milho-miúdo é originário do Norte de África e Ásia.

A farinha de milho obtém-se dos grãos triturados na molineta (mó natural herdada dos Romanos). É com este milho mal moído que se faz o Xarém.

O Xarém com conquilhas pode ser servido como entrada ou como prato principal.

Xarém%20com%20Conquilhas.jpg

 

1kg de conquilhas

2,5 litros de água

500gr de farinha de milho (nem muito fina nem muito grossa)

250gr de toucinho

50gr de banha

Coentros q.b (opcional)

Cubos de pão q.b.

Sal q.b.

sem nome.png

Leve ao lume uma panela de água temperada com sal. Quando amornar, deite a farinha de milho aos poucos e vá mexendo sempre para não formar grumos.

Frite o toucinho, cortado em pedaços pequenos e finos assim como os bocadinhos de pão.

Junte depois o toucinho à farinha e deixe cozer em lume brando, reservando os quadradinhos de pão para o fim.

Quando as papas de milho começarem a fazer bolhas, acrescente as conquilhas lavadas e sem areia. Poderá também abrir as conquilhas numa frigideira, com azeite, alho e no fim coentros picados, juntando depois às papas ou deixalas abrir com o calor do milho.

Se quiser junte os coentros picados e envolva.

Estando as papas com a consistência desejada, junte a banha da fritura do toucinho e do pão. Mexa bem e sirva de imediato com o pão frito em sima e se quiser umas quantas conquilhas abertas no azeite.

Bom apetite!!!

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

Posts mais comentados

Comentários recentes

  • Anónimo

    Parabéns (Y) Que maravilha de trabalho que aqui no...

  • Anónimo

    OláNa preparação do molho de ervas e azeite mencio...

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre erros de...

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre ertos de...

  • Ana De Sousa Leal

    Credo, tantos erros ortográficos!

Mensagens

Tags

mais tags