Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

13 de maio dia de Nossa Senhora de Fátima

notre-dame-de-fatima.jpg

 13 de maio é o 133.º dia do ano no calendário gregoriano (134.º em anos bissextos). Faltam 232 para acabar o ano.

O 13 de maio, por tratar-se do 133º dia do ano é considerado pelas ordens secretas, esotéricas, filosóficas e místicas como sendo uma proporção áurea do ano.

Em Portugal é feriado municipal de Fátima, na Marinha Grande e em Vila Real de Santo António.

nossa-senhora.jpg

 Nossa Senhora de Fátima (ou Nossa Senhora do Rosário de Fátima) é uma das designações atribuídas à Virgem Maria que, segundo os relatos da época e da Igreja Católica, apareceu repetidamente a três pastores, crianças na altura das aparições, no lugar de Fátima, tendo a primeira aparição acontecido no dia 13 de Maio de 1917. Estas aparições continuaram durante seis meses seguidos, sempre no mesmo dia (excetuando em Agosto). A aparição é associada também a Nossa Senhora do Rosário, sendo portanto aceito a combinação dos dois nomes - dando origem a "Nossa Senhora do Rosário de Fátima" - pois, segundo os relatos, "Nossa Senhora do Rosário" teria sido o nome pelo qual a Virgem Maria se haveria identificado, dado que a mensagem que trazia consigo era um pedido de oração, nomeadamente, a oração do Santo Rosário.

professionals-fatima.gif

 Fecha o ciclo de aparições iniciado em Paris, como Nossa Senhora das Graças, sucedida pela aparição em La Salette e Lourdes.

 

Como rezar o Rosário "terço"?

O Rosário "Terço" consiste em duas realidades: a oração mental e a vocal, sendo a primeira caracterizada pela meditação dos mistérios de vida, morte e glória de Nosso Senhor e de Sua Mãe Santíssima, e a segunda consiste em rezar as quinze dezenas de Ave-Marias precedidas pelo Pai-Nosso.

O Rosário é dividido em 15 mistérios. Pode ser rezado os quinze de uma vez, ou ser dividido em 3 terços.

 

Começando a Rezar o Terço ou o Rosário:

+ Pelo Sinal da Santa Cruz + Livrai-nos Deus, Nosso Senhor + dos nossos Inimigos. + Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Amém. Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

Divino Jesus, eu Vos ofereço este Terço que vou rezar contemplando os mistérios de nossa Redenção. Concedei-me, pela intercessão de Maria, vossa Mãe Santíssima, a quem me dirijo, as virtudes que me são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganhar as indulgências anexas a esta devoção. (Ofereço-Vos, particularmente, este terço por...)

 

Segurando a Cruz, reza-se o Credo:

Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra; e em Jesus  Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu na Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado morto e sepultado; desceu aos infernos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há-de vir a julgar os vivos e os mortos; creio no Espírito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

 

Segura-se a primeira conta grande e reza-se o Pai-Nosso:

Pai-nosso, que estais nos céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino; seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dai hoje; e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido; e não nos deixeis cair em tentação; Mas livrai-nos do mal. Amém.

 

Nas próximas três contas menores, reza-se Ave-Maria:

Ave-maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém. Na próxima conta grande, reza-se a Glória: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém. Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, e socorrei principalmente as que mais precisarem.

 

Nos mistérios reza-se:

"Neste primeiro mistério contemplamos..."

 

Mistérios Agora anuncia-se o primeiro mistério dos cinco (ou dos quinze, se for um rosário completo que será rezado ininterruptamente) que vai ser meditado ao decorrer de 10 ave-marias.

 

(Segundas-feiras, Quintas-feiras e Sábados) - Mistérios da Alegria ou Gozosos

1. Anunciação do Arcanjo São Gabriel a Santíssima Virgem;

2. Visita de Maria Santíssima à sua prima Santa Isabel;

3. Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo em Belém;

4. Apresentação do Menino Jesus no Templo e Purificação de Maria Santíssima;

5. Encontro de Jesus no templo entre os doutores da Lei.

 

(às quintas-feiras) Mistérios da Luz ou Luminosos - Sugerido pelo Papa João Paulo II

1. O Batismo de Jesus no Jordão. Fruto do Mistério: Batismo de Jesus no Rio Jordão.

2. As Bodas de Caná. Fruto do Mistério: O milagre das Bodas de Caná.

3. Proclamação de Jesus sobre o Reino de Deus. Fruto do Mistério: Jesus nos convida à conversão.

4. A Transfiguração de Jesus. Fruto do Mistério: Desejo de santidade.

A Instituição da Eucaristia. Fruto do Mistério: Adoração.

 

(Terças-feiras e Sextas-feiras) Mistérios da Dor ou Dolorosos

1. A Agonia de Jesus no Horto das Oliveiras;

2. A Flagelação de Nosso Senhor Jesus Cristo;

3. A coroação de espinhos de Nosso Senhor Jesus Cristo;

4. Nosso Senhor Jesus Cristo carregando a Cruz (Subida dolorosa ao Calvário);

5. A Crucificação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

(Quartas-feiras e Domingos) Mistérios da Glória ou Gloriosos

1. A Ressurreição gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo;

2. Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo aos Céus;

3. A descida do Espírito Santo sobre os Nossa Senhora e os apóstolos reunidos no cenáculo (Pentecostes);

4. A Assunção de Nossa Senhora aos Céus; 

5. Coroação de Nossa Senhora, como Rainha dos Céus e da Terra, e de todos os santos e anjos.

 

Depois reza-se o Pai-nosso na conta grande, e segue o rosário nas 10 contas menores, rezando uma ave-maria em cada conta. Acabadas as ave-marias, reza-se o Glória ao Pai, e depois a oração ensinada pelo Anjo de Fátima aos pastorinhos:

Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, e socorrei principalmente as que mais precisarem.

Depois, anuncia-se o segundo mistério, e segue o mesmo esquema acima. Para facilitar, segue-se a gravura abaixo:

como_reza_terco.jpg

 

Terminado o Quinto (ou o Décimo quinto, se estiver rezando um rosário todo) reza-se:

Infinitas graças Vos damos, soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-Vos, agora e para sempre, tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo, e, para mais Vos agradecer, Vos saudamos com uma Salve Rainha...

Salve, Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce, sempre virgem Maria. Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém. Terminado o terço ou o rosário, usualmente reza-se a Ladainha de Nossa Senhora após o terço.

 

LADAINHA DE NOSSA SENHORA

 

Senhor tende piedade de nós.

Jesus Cristo tende piedade de nós.

Senhor tende piedade de nós.

Jesus Cristo ouvi-nos.

Jesus Cristo atendei-nos.

Pai celeste que sois Deus tende piedade de nós.

Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria rogai por nós.

Santa Mãe de Deus,

Santa Virgem das Virgens,

Mãe de Jesus Cristo,

Mãe da divina graça,

Mãe puríssima,

Mãe castíssima,

Mãe imaculada,

Mãe intacta,

Mãe intemerata

Mãe amável,

Mãe admirável,

Mãe do bom conselho,

Mãe do Criador,

Mãe do Salvador,

Virgem prudentíssima,

Virgem venerável,

Virgem louvável,

Virgem poderosa,

Virgem clemente,

Virgem fiel

Espelho de justiça,

Sede de sabedoria,

Causa da nossa alegria,

Vaso espiritual,

Vaso honorífico,

Vaso insigne de devoção,

Rosa mística,

Torre de David,

Torre de marfim,

Casa de ouro,

Arca da aliança,

Porta do céu,

Estrela da manhã,

Saúde dos enfermos,

Refúgio dos pecadores,

Consoladora dos aflitos,

Auxílio dos cristãos,

Rainha dos anjos,

Rainha dos patriarcas,

Rainha dos profetas,

Rainha dos apóstolos,

Rainha dos mártires,

Rainha dos confessores,

Rainha das virgens,

Rainha de todos os santos,

Rainha concebida sem pecado original,

Rainha elevada ao céu,

Rainha do sacratíssimo Rosário,

Rainha da paz,

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.

 

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus,

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

 

Oremos

Senhor Deus, nós Vos suplicamos que concedais aos vossos servos perpétua saúde de alma e de corpo; e que, pela gloriosa intercessão da bem-aventurada sempre Virgem Maria, sejamos livres da presente tristeza e gozemos da eterna alegria. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

nossa-senhora.jpg

Promessas de Nossa Senhora a quem reza o Rosário

Nossa Senhora abre o Seu coração Maternal a São Domingos e lhes faz estas promessas para quem rezar devotamente seu Rosário todos os dias:

1 - Quem me servir constantemente rezando o Rosário, receberá uma graça especial;

2 - Aos que rezarem devotamente o Rosário prometo minha especialíssima proteção e graça;

3 - Será arma poderosíssima contra o inferno, destruirá os vícios, os pecados e abaterá as heresias;

4 - O Rosário fará florescer as virtudes e as boas obras, atrairá as almas copiosas bênçãos de Deus, e substituirá o amor pelas coisas terrenas e mundanas pelo amor de Deus;

5 - A alma que por meio do Rosário recorrer a mim não perecerá;

6 - Todo aquele que rezar devotamente o Rosário contemplando os mistérios, não será oprimido pelas desgraças, não será castigado pelas justiças de Deus e não morrerá de morte repentina, mas se converterá se for pecador, se conservará na graça se for justo e se fará digno da vida eterna;

7 - Os verdadeiros devotos do meu Rosário não morrerão sem antes receber os sacramentos;

8 - Os que rezarem meu Rosário terão em vida na morte e na luz e a plenitude da graça, serão admitidos à participação dos méritos dos santos;

9 - Os devotos do meu Rosário que forem para o purgatório, Eu os libertarei no mesmo dia;

10 - Eles terão grande Glória no céu;

11 - Tudo o que for pedido pelo Rosário será concedido;

12 - Os que propagarem o meu Rosário serão por mim socorrido em todas as necessidades;

13 - Eu alcançarei de Meu Filho que todos os devotos do Rosário tenham por irmãos toda a corte celeste em vida e na morte;

14 - Todos os que recitam o meu Rosário são meus filhos e irmãos de Jesus Cristo, meu Unigênito;

15 - A devoção de meu Rosário é um grande sinal de salvação.

 

imagens-de-nossa-senhora-de-fatima%20(2).jpg

 História do Milagre de Nossa Senhora de Fátima

Três crianças, Lúcia de Jesus dos Santos (de 10 anos), Francisco Marto (de 9 anos) e Jacinta Marto (de 7 anos), afirmaram ter visto Nossa Senhora no dia 13 de Maio de 1917 quando pastavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Aljustrel, pertencente ao concelho de Ourém, Portugal.

8949401.jpgSegundo relatos posteriores aos acontecimentos, por volta do meio-dia, depois de rezarem o terço, as crianças teriam visto uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo depois, outro clarão teria iluminado o espaço. Nessa altura, teriam visto, em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma "Senhora mais brilhante que o sol".

Segundo os testemunhos recolhidos na época, a senhora disse às três crianças que era necessário rezar muito e que aprendessem a ler. Convidou-as a voltarem ao mesmo sítio no dia 13 dos próximos cinco meses. As três crianças assistiram a outras aparições no mesmo local em 13 de junho, 13 de julho e 13 de setembro. Em agosto, a aparição ocorreu no dia 19, no sítio dos Valinhos, a uns 500 metros do lugar de Aljustrel, porque as crianças tinham sido presas e levadas para Vila Nova de Ourém pelo administrador do Concelho no dia 13 de agosto.

Virgen_de_Fátima.jpg

 A famosa "Capelinha das Aparições" em Fátima (onde se encontra a famosa imagem que marca o local exato onde Nossa Senhora apareceu aos três pastorinhos).

A 13 de outubro, estando presentes na Cova da Iria cerca de 50 mil pessoas, Nossa Senhora teria dito às crianças: "Eu sou a Senhora do Rosário" e teria pedido que fizessem ali uma capela em sua honra (que atualmente é a parte central do Santuário de Fátima). Muitos dos presentes afirmaram ter observado o chamado milagre do sol, prometido às três crianças em julho e setembro.

milagre-do-sol.jpg

 Segundo os testemunhos recolhidos na época, o sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se na terra. Tal fenómeno foi testemunhado por muitas pessoas, até mesmo distantes do lugar da aparição.

milagre-5.jpg

 O relato foi publicado na imprensa por vários jornalistas que ali se deslocaram e que foram testemunhas do fenómeno. Contudo, há testemunhos de pessoas que afirmaram nada ter visto, como é o caso do escritor António Sérgio, que esteve presente no local e testemunhou que nada se passara de extraordinário com o sol, e do militante católico Domingos Pinto Coelho, que escreveu na imprensa que não vira nada de sobrenatural. Entretanto, testemunhas da época afirmaram que o facto não aconteceu com o sol (este ficou do mesmo tamanho) mas sim com um objeto luminoso que se destacou no céu, girando sobre si próprio e mudando de cor.

blog1429.jpg

 Posteriormente, sendo Lúcia religiosa doroteia, Nossa Senhora ter-lhe-á aparecido novamente em Espanha (10 de Dezembro de 1925 e 15 de Fevereiro de 1926, no Convento de Pontevedra, e na noite de 13 para 14 de Junho de 1929, no Convento de Tui), pedindo a devoção dos cinco primeiros sábados (rezar o terço, meditar nos mistérios do Rosário, confessar-se e receber a Sagrada Comunhão, em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria) e a Consagração da Rússia ao mesmo Imaculado Coração.

O papa Pio XII, anuindo a esses pedidos de Nossa Senhora, consagrou o mundo inteiro ao Imaculado Coração de Maria a 31 de Outubro de 1942.

Nas suas Memórias, Lúcia contou ainda que, entre abril e outubro de 1916, teria já aparecido um anjo aos três pastorinhos, por três vezes, duas na Loca do Cabeço e outra junto ao poço do quintal da casa de Lúcia, convidando-os à oração e penitência, e afirmando ser o "Anjo de Portugal".

Anjo de Portugal, nas aparições aos Três pastor

 Este anjo teria ensinado aos pastorinhos duas orações, conhecidas por Orações do Anjo, que entraram na piedade popular e são utilizadas sobretudo na adoração eucarística.

 

Orações do Anjo

Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos.

Peço-Vos perdão para os que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo,

adoro-vos profundamente

e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo,

presente em todos os sacrários da terra,

em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que ele mesmo é ofendido.

E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração

e do Coração Imaculado de Maria,

peço-vos a conversão dos pobres pecadores.

Visão de D. Afonso Henriques na batalha de Ouriqu

                                                                                                                                                           

Anjo de Portugal

O "Santo Anjo da Guarda de Portugal" ou o "Anjo Custódio de Portugal", também conhecido por Anjo da Paz é uma das designações atribuídas a São Miguel Arcanjo que representa "Portugal", ou seja, a essência espiritual na figura de um arcanjo que protege a nação portuguesa.

A pedido do rei D. Manuel I de Portugal, o Papa Júlio II instituiu em 1504 a festa do «Anjo Custódio do Reino» cujo culto já seria antigo em Portugal. O pedido terá sido feito ao papa Leão X e este autorizou a sua realização no terceiro Domingo de Julho. A sua devoção quase desapareceu depois do séc. XVII, mas seria restaurada mais tarde, em 1952, quando mandada inserir no Calendário Litúrgico português por Pio XII, para comemorar o dia de Portugal no 10 de Junho.

Terá surgido pela primeira vez na Batalha de Ourique, a mesma deu uma tal vitória às forças de D. Afonso Henriques sobre os invasores muçulmanos que deu a chance de autoproclamar-se Rei de Portugal.

Nas suas Memórias, a Irmã Lúcia contou ainda que, entre Abril e outubro de 1916, nas Aparições de Fátima, teria já aparecido um anjo aos três pastorinhos, por três vezes, duas na Loca do Cabeço e outra junto ao poço do quintal da casa dela, em Fátima (Ourém), convidando-os à oração e penitência, e afirmando ser o "Anjo de Portugal".

Este anjo teria ensinado aos pastorinhos duas orações, conhecidas por Orações do Anjo, que entraram na piedade popular e são utilizadas sobretudo na adoração eucarística.

Há várias representações suas, nomeadamente as imagens do mosteiro de Santa Cruz de Coimbra; da charola do convento de Cristo de Tomar; a pintura da Misericórdia de Évora; a iluminura do «Livro de Horas de Dom Manuel» e a que está no Museu Machado de Castro, em Coimbra, atribuída a Diogo Pires, o Moço. Há igualmente quem defenda que é a figura central do Painel do Infante e do Painel do Arcebispo, que fazem parte dos Painéis de São Vicente de Fora, que estão no Museu Nacional de Arte Antiga, obra que que julga do pintor português Nuno Gonçalves entre 1470 e 1480.

 

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

Comentários recentes

  • Anónimo

    Parabéns (Y) Que maravilha de trabalho que aqui no...

  • Anónimo

    OláNa preparação do molho de ervas e azeite mencio...

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre erros de...

  • Anónimo

    Ahhhh!! Nao ligues. Aos comentarios sobre ertos de...

  • Ana De Sousa Leal

    Credo, tantos erros ortográficos!

Mensagens

Tags

mais tags