Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

Pátina provençal

provence.pngA pátina é uma técnica de envelhercer e mudar totalmente as características da madeira e nasceu na França no século XIX. A idéia era imitar os móveis desgastados dos nobres. Assim, os marceneiros e pessoas que não podiam comprar peças caras, imitavam os efeitos do envelhecimento usando várias técnicas. Hoje essas técnicas são usadas e muito requisitadas por arquitetos e decoradores do mundo inteiro que passam para seus clientes um efeito de evelhecido valorizando as peças, sendo essa tendência da decoração considerada de muito bom gosto.

Berço-madeira-com-estofado.jpgA palavra "pátina" em si, tem um significado amplo. No passado servia para definir aquela película esverdeada que aparece no bronze  e no cobre devido à oxidação pela ação do tempo. Com o tempo, até o esverdeamento das pedras como mármore e granito também foram designadas como pátina.

850xN.jpgAtualmente o aspeto acetinado que o móvel ganha com o desgaste natural ou pela exposição à luz, passou  a ser designado como pátina. Assim, pátina é um conceito amplo que hoje refere-se mais a um conjunto de técnicas aplicadas por especialistas para conferir à pintura um efeito de envelhecimento. Há mesmo uma grande variedade de efeitos que podem ser obtidos conforme o gosto das pessoas: clássico, rústico, romântico, etc. Para cada efeito existe uma técnica; pátina tradicional, pátina provençal, pátina lavada, pátina francesa, pátina barroca, pátina lixada, etc. 

505519-Decoração-vintage-fotos-21.jpg

 As pátinas não são consideradas restauração, pois mudam totalmente as características originais dos móveis. Renovam e valorizam e tornam as peças em pequenas obras únicas, ou exclusivas, portanto, valorizam a peça dando um visual novo. As peças que passam por esse processo, assim que terminadas, praticamente dobram ou tiplicam de valor comercial por terem sido trabalhadas por um artista ou artesão ou mesmo por um especialista em pinturas. E claro, além do visual renovado, dá expressão, bom gosto e exclusividade.

qq.pngCom o tempo os móveis vão ficando com um aspeto gasto e feio, precisam de uma reforma. Esta é uma ótima técnica para renovar os móveis e deixá-los com um estilo romântico e ao mesmo tempo rústico.

dining-room.jpg

É excelente para dar uma nova aparência aos móveis e disfarçar imperfeições. Sem contar que móveis trabalhados artesanalmente tem um aumento no valor comercial como já foi dito.

q111.png

Esta técnica pode criar diversos efeitos diferentes na madeira e usada em vários tipos de madeira, incluindo o MDF, que geralmente é pintado antes com uma cor mais escura para se ter uma base melhor para a poder aplicar.

imagesZYSRGOSW.jpg

Pode fazer-se numa bandeja, mesa, cadeira, comoda ou até mesmo no gurda-roupas  que está num canto abandonado, assim pode dar à sua casa o detalhe que faltava recriando ambientes novos e variados e com muito bom gosto.

bandeja_provencal-76377.jpg

Nada como dar um novo look à casa, por vezes nós mesmas podemos fazer pequenas mudanças como é o caso deixando os móveis com aspeto diferenciado e personalizados. E se gostamos do estilo provençal aqui está uma otima ideia…

Maison_Martin_Margiela_Mat_Satine_Brillant_milan09

Materiais Necessários:

Chave de fendas

Massa de madeira

Tinta látex - branca

Pincel macio

Verniz

Lixa para madeira número 100 e 150

Vela

09072014_100750_03dsc07373.jpg

 pátina provençal é feita da seguinte forma:

1 Coloque panos no chão, e abra todas as janelas e portas para permitir uma boa ventilação. Posicione o objeto que será pintado sobre os panos. Coloque uma máscara facial e, eventualmente, luvas, antes de iniciar o trabalho.

2 Use uma chave de fenda elétrica ou manual para remover puxadores, alças, e qualquer outro acessório removível do móvel. Coloque os itens removidos em sacos rotulados para saber exatamente onde recolocá-los mais tarde.

Considere tirar uma foto dos móveis antes de remover os acessórios, para ajudar a encontrar o lugar correto para cada peça mais tarde.

Limpe os itens antes de recolocá-los no lugar, ou compre novos puxadores e maçanetas para combinar com a nova pintura.

3 Deve verificar, se o móvel esta liso e caso não esteja cubra as fissuras com massa corrida, deixe secar e nivele com uma lixa 150 ou uma lixadeira elétrica, depois  retire o pó com um pano húmido.

Caso esteja liso, lixe para retirar o verniz ou o encerado, esse passo é super importante para preparar o móvel.

Passe a lixa uniformemente em cada parte do mobiliário, de modo que uma área não fique mais desgastado do que o resto.

Lixe em direção ao grão da madeira, e não ao contrário. Lixar na direção contrária ao grão pode deixar arranhões permanentes na superfície.

Para lixar superfícies curvas, coloque a lixa num objeto macio, como em uma meia enrolada.

Tenha cuidado ao lixar madeira esculpida e pernas torneadas. Lixar demais pode danificar o design.

4 Se a peça tem rachaduras, lascas e/ou arranhões grandes, agora é a hora de repará-los. Pintar sobre estes tipos de danos irá resultar numa superfície de aparência desleixada e desigual. Repare o móvel.

Use uma massa de madeira para preencher buracos e lascas. Estas massas de madeira espalham-se suavemente sobre a superfície da madeira e endurecem à medida que secam.

Não tente lixar muito os arranhões profundos. Pressionar a lixa com muita força irá resultar em locais com marcas fundas na sua peça de mobiliário.

5 Lixe novamente com uma lixa fina. Use uma lixa fina ou um bloco de lixa fina para lixar o móvel novamente. Isto removerá qualquer revestimento restante e vai igualar as áreas da superfície onde a massa de madeira foi aplicada. Quando terminar, limpe a superfície com um pano limpo e sem fiapos para remover partículas de madeira e poeira. 

6 Aplique tinta látex na cor de sua preferência para fazer a base e deixe secar, para  acelerar o processo use um secador de cabelos. Passe outra mão da mesma tinta. Se a peça que for trabalhar for clara, vai precisar pintá-la antes com uma tinta látex de cor mais escura, podendo usar tons de castanho, por exemplo. Já se a peça for escura não há necessidade de ser pintada.

7 Quando a tinta secar, passe a vela em todas as partes da peça onde você deseja obter o efeito envelhecido, em especial nos detalhes da peça (se houver) e nas quinas e bordas, depois  retire o excesso passando suavemente com o pincel.

8 Com o pincel passe tinta branca em toda a peça, e deixe secar. Repita a pintura por mais duas vezes.

9 Depois de seco, passe a lixa 100 nas áreas onde foram aplicadas a vela e você vai começar a perceber o efeito da pátina.

10 Por fim, passe o verniz, que deve ser à base de água e incolor, porque só deve proteger e realçar a peça, não mudar a cor. Agora tem uma linda peça para decorar a casa.

11 Após a tinta ter secado completamente, use uma chave de fenda para colocar os acessórios de volta ao lugar.

pátina.jpg

Para um melhor esclarecimento a respeito desta técnica, assista também um vídeo de como fazer pátina provençal passo a passo:

 

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

Comentários recentes

  • Silmara

    O brocolis e a cenoura são cru?

  • Anónimo

    Onde acho destas poltronas para comprar?

  • antonimo

  • Raquel Costa

    Boa tarde, andava com a ideia de mudar a decoração...

  • Anónimo

    Após dourar eu ponho no processador e vou pondo az...

Mensagens

Tags

mais tags