Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

...é bom e eu gosto!

Aqui partilho o que mais gosto e me interessa; fotografias, decoração, arquitetura, inspirações, curiosidades, receitas, livros, viagens, boas ideias e espero que me ajudem com a vossa opinião e sabedoria...

Pretzel de parmesão com molho de Parmesão

sem nome.png

 O pretzel é um pão tradicional alemão, em forma de nó, seco, estaladiço, habitualmente assado e salgado. Em língua alemã chama-se Brezel ou Breze.

sp-pretzel-2-5oz_2_hr.jpg

Pretzels originário da Alemanha, provavelmente nos mosteiros nas Idade Média. A pretzel forma tradicional é uma forma simétrica em nó, com as extremidades de uma tira longa da massa entrelaçada e, em seguida torcido para trás sobre si mesmo ("pretzel um loop"). Agora há em diferentes formas. O sal é o tempero mais comum para os pretzels, complementando o bicarbonato de sódio ou soda cáustica tratamento que dá aos pretzels a sua côdea tradicional e sabor através da reacção de Maillard (aspecto dourado); outros temperos incluem os açúcares, o chocolate, sementes, e / ou nozes.

Parmesan-Pretzel-Knots-with-Parmesan-Cheese-Sauce.

 Estes nós de parmesão são uma receita de massa de pretzel clássico que podem ser acompanhados com um molho italiano. Carregados com queijo parmesão ralado e tempero italiano e, em seguida mergulhado num molho de queijo parmesão, são um belo petisco para acompanhar um bom jogo na companhia da família e dos amigos.

Parmesan-Pretzel-Knots-Recipe.jpg

Receita de Pretzel de parmesão com molho de Parmesão

 

1 1/2 xícaras de água morna

1 colher de sopa de açúcar

2 colheres de chá de sal

1 pacote de levedura seca

625gr. de farinha de trigo, cerca de 4 1/2 xícaras

55gr. de manteiga sem sal, derretida

2 colheres de sopa de tempero italiano

½ xícara de queijo parmesão ralado

Óleo vegetal

10 xícaras de água

2/3 xícara de bicarbonato de sódio

1 gema de ovo grande batido com 1 colher de sopa de água

Sal grosso

Molho de queijo parmesão

Manteiga 1 colher

2 colheres de sopa de farinha

1 xícara de leite

3/4 xícara de queijo parmesão ralado fresco

Sal e pimenta a gosto recentemente moídos

How-to-Form-a-Pretzel-Knot.jpg

 Misture a água, o açúcar e o sal na tigela da batedeira e polvilhe o fermento em cima. Deixe descansar por 5 minutos ou até a mistura começar a espuma. Adicione a farinha, manteiga, tempero italiano e queijo parmesão e, usando o acessório gancho de massa, bata em velocidade baixa até misturar bem. Alterar a velocidade média e amassar até a massa ficar lisa e se afasta do lado da bacia, aproximadamente 4 a 5 minutos. Retire a massa da tigela, limpe a tigela e, em seguida, envolva bem com o óleo vegetal. Retorne a massa para a tigela, cubra com filme plástico e guarde num lugar quente por cerca de 50 a 55 minutos ou até que a massa tenha dobrado de tamanho.

Pretzel-Knots-Prep.jpg

 Pré-aqueça o forno a 450º. Forre 2 tabuleiros com meia folha com papel vegetal de cozinha e pincele com o óleo vegetal. Enquanto isso, pôr os 10 copos de água e bicarbonato de sódio para ferver numa panela.

Nesse meio tempo, vire a massa para uma superfície de trabalho ligeiramente oleada e dividir em 10 partes iguais. Rolar em cordas, dobrar a corda ao meio em torno de seu dedo, troque 2-3 vezes e, em seguida, guarde o fim para o buraco onde o seu dedo estava segurando.

Coloque os pretzels na água a ferver, um por um, por 30 segundos. Remova-os da água usando uma espátula grande plano. Retorne ao tabuleiro, pincelar a parte superior de cada pretzel com a mistura de gema de ovo e água batido e polvilhe com o sal. Asse até dourar de cor escura, aproximadamente 12-14 minutos.

Transferir para uma grade de arrefecimento por pelo menos 5 minutos antes de servir.

 

Para o molho de queijo parmesão

Derreta a manteiga numa frigideira média em fogo médio-alto. Polvilhe a farinha na manteiga derretida e bata por 1 minuto até dourar.

Lentamente deite no leite e continue a bater até que a mistura começar a ferver. Adicione o queijo parmesão e tempere com sal e pimenta. Misture bem e retire do fogo. Despeje o molho de queijo numa tigela e servir ao lado dos pretzel.

 

 

 

 

 

 

 

Tartes de caponata com ovo escalfado

14349887195392.jpg

Caponata é uma comida típica da Itália e é um delicioso antepasto, típico da Sicília, é um prato vegetariano que consiste em beringela salteada num refogado de tomate e cebola em azeite, temperado com alcaparras, vinagre e açúcar. Pode ainda levar pinhões, aipo e, principalmente em Palermo, peixe ou mariscos.

A versão maltesa desta iguaria, “kapunata”, leva também pimento e é servida para acompanhar pratos de peixe, como recheio de pizza, ou como um prato leve, quente ou frio.

É por vezes considerada uma variante italiana da ratatouille francesa.

8_Caponata-di-patate.jpg

 Um antepasto (entrada, aperitivo), isto é, deve ser comido antes do prato principal. É uma receita versátil por isso pode ser apreciada em sanduíches, canapés, simplesmente colocada sobre uma fatia de pão italiano ou até como o "molho" para massa; fica deliciosa de qualquer forma e é um prato essencialmente vegetariano, além disso é bem simples de se fazer, mesmo quem não tem experiência na cozinha consegue preparar sem dificuldade.

Sua origem é um tanto obscura, há dúvidas se ela seria de origem siciliana ou espanhola.

A caponata pode ter nascido na Catalunha, muito embora o nome caponata possa enganar os mais entendidos em linguística, pois leva qualquer um a pensar que seja algo relacionado com capo, nome dado aos chefões mafiosos. Claro que a popularidade deste antepasto na Sicília reforça ainda mais a tese do senso comum com a máfia. A origem da palavra pode ser proveniente da palavra em catalão caponada, cujo significado é "algo relacionado às videiras". Há quem ligue a palavra aos navios Espanhóis, onde seria designado “capón de galera”. Outras versões ligam este prato à palavra “caupo”, que significava “taberna”, em língua latina.

A receita de um prato muito parecido com a iguaria siciliana foi relatada pela primeira vez no ano de 1709. Que dizia que a caponata deriva de um tipo de gaspacho, um prato muito parecido com a caponata e que era servido a bordo dos navios espanhóis. Era um prato que continha muito vinagre, devido à sua ação conservante, tornando-o um alimento conveniente em alto mar. Também escrito por Juan de la Mata no seu livro "Arte de Reposteria" publicado em 1747, afirma que o gaspacho mais conhecido era chamado de capón de galera. Consistia em pão ensopado num molho feito com água, anchovas, alho, vinagre, açúcar, sal e azeite. Outra possibilidade, é que a receita ter origem na palavra latina caupo (taverna), onde a cauponae era servida, mas para mim a versão do capón de galera parece ter mais lógica.

14349887195391.jpg

 Receita de Tartes de Caponata com ovos escalfados

 

Massa

200 g de farinha

100 g de manteiga

1 Ovo

Sal

CAPONATA

8 Tomates cereja

8 Alcaparras salgadas

8 Azeitonas verdes

1 Aipo

1 Beringela violeta pequena

1 cebola roxa pequena

20 g de pinhões

1 Ramo de manjericão

Azeite extra virgem

4 Ovos

Vinagre branco

1434988719539.jpg

Num liquidificador ponha a farinha com uma pitada de sal e a manteiga em cubos pequenos, adicione o ovo, misture até ficar uma pasta homogenia, envolva numa folha de filme plástico e deixe descansar por pelo menos 30 minutos no frigorífico.

Descasque a beringela e corte em cubos, o aipo em fatias, descasque a cebola e corte às rodelas. Lavar e secar os tomates e remover com a haste. Aqueça o azeite 4-5 colheres de sopa numa frigideira grande, adicione a cebola, beringela e o aipo, tempere com sal e cozinhe os legumes em lume alto por 6-7 minutos. Adicione as azeitonas, alcaparras, lavadas e secas e os pinhões e cozinhe por mais 5 minutos. Despeje duas colheres de sopa de vinagre, deixe evaporar e desligue.

Estenda a massa, e revista as formas de tarte, picar o fundo, remover o excesso de massa, coloque grão de bico para a massa não crescer e cozinhe em forno a 180º por 20 minutos, retire os pesos (grão) e deixe secar a massa por 5 minutos. Aqueça um litro de água numa panela grande e alta, adicione uma colher de sopa de vinagre e uma pitada de sal, e quando a água começa a tremer, despeje os ovos, um de cada vez. Reduza o fogo, cozinhe por 3 minutos, escorra-os com uma escumadeira e seque em papel absorvente Encha as tartes com caponata e ovo quente e servida com folhas de manjericão, moídas na hora.

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

subscrever feeds

Comentários recentes

Mensagens

Tags

mais tags